Desejo: Oxford com estampa liberty da Farm

Que eu AMO as roupas da Farm não é nenhuma novidade. Só me falta mais temp$$o para comprar, pois fora de liquidação os preços são bem salgadinhos. Mas é tudo tão lindo e exclusivo, que abrimos a mão sem dó…

O que eu mais gosto da Farm é a moda brasileira, legítima, e completamente adaptada e antenada com o que há de mais moderno e atual das passarelas. Um mix infalível, que agrada as brasileiras, e tem uma qualidade de acabamento e estampas impecáveis. Eu sou fã da marca e dos produtos, e pronto!

E falando em estampa, olha esse Oxford com estampa liberty e detalhes em azul, que coisa mais lindinha:

Eu torço o nariz para modelos de Oxford muito masculinos demais, pois não combina comigo. Apesar disso ser a proposta inicial do Oxford: ser um sapato com aparência masculina para dar uma quebrada em looks femininos. Mas, eu gosto de coisas românticas e delicadas, e por isso esse modelo me encantou e virou meu sapato desejo.

Vocês gostaram? Eu queiooo! Alguém me dá?

A Andarella também tem um modelo lindo, mas eu ainda gosto mais do modelo da Farm por ter a frente mais bonequinha:

Desejo do verão: Vestido longo lindooo!

Se tem duas coisas que eu gosto MUITO e estão bem ligadas é:

– Aquele ar hippongo chic na produção (que hoje é chamado de Boho Chic, né?)

– Vestidos beeeem longos

Tenho váaarios vestidos longos no closet, e várias saias longas, que são xodós de quase 10 anos. A verdade é que muitas são oriundas das profundezas do tempo que eu adorava ficar sentada nas calçadas conversando com os hippies da cidade (oi Ana? oi Lissa? Desculpe Aurélio…).

Mas, como o tempo passa, a gente vai ficando um pouco mais decente e chique… rs

Então, mas jogando fora o passado de vergonha, vamos falar da moda verão né? Pois bem, é não é que esse ano, tudo que eu AMO desde sempre está na moda? Liberty, crochê, renda, cores docinhas… É muita alegria ver tanta coisa linda assim por aí!

E pra piorar (ou melhorar meu saldo negativo…) não é que a moda do verão promete resgatar com tudo até as saias longas e vestidos longos? É o meu céu!

E se não bastasse essa febre de máxi vestidos, e máxi saias por aí me atiçando, eis que me deparo com a imagem perfeita do céu do estilo boho chic mais lindo do universo: um lindo e sexy vestido longo de oncinha, ao mesmo tempo com um ar totalmente despojado, despretensioso e hippongo:

Me dá?

DIZ: de onde é esse vestido? Quero um agora!

(e esse corpitcho também, claro. Obrigada.)

Que produção inteira linda gente! Rasteira dourada, acessórios prata e turquesa, bolsa marrom estilo capanga sanfonada… Quer algo mais a ver com o nosso verão tropical?

É tudo tão lindo que eu nem vou falar mal do sutiã dela aparecendo nem do casaquinho feioso que espero que seja do avô dela… hehehe

Obs: a foto é do site http://lefashionimage.blogspot.com/ . Cheio de imagens lindas!

COISAS DE ONCINHA!

Meninas queridas! Eu estava sumidinha do blog, mas juro que foi por um bom motivo. Quem acompanha no twitter já soube da novidade, mas quem não acompanha, olha só que legal:

Depois de muuuitos meses de intenso trabalho, muita pesquisa, e dedicação quase exclusiva, finalmente, o projeto dos meus sonhos saiu, e estou muito feliz com o resultado!

Bom, para quem não sabe, eu sou apaixonada por coisas com estampa de oncinha, desde sempre! Tudo que tenha estampa de oncinha eu quero! Tenho quilos (pior que é!) de lingerie, bolsinhas, roupas, etc, etc… O meu sonho era ter uma casa toda de oncinha: queria ter sofá, pufe, cama… Só que casei né, e tenho que respeitar o lado masculino da casa (infelizmente, hehehe). Então eu dou uma maneirada, e fica no 50% de vontade: tenho a vassoura de oncinha e a roupa de cama! rs

Mas deixa eu parar de enrolação, e mostrar pra vocês a loja mais linda do mundo que foi lançada nesta sexta feira (sou suspeita né gente…):

É só acessar o site www.coisasdeoncinha.com.br e ver cada coisa liiiiinda que tem! Algumas pecinhas, para a minha alegria e satisfação, já estão esgotadas!

Tem de tudo: bolsas, necessaires, bijus, makes… E até coisinhas fofas para a casa!

Em breve teremos biquinís, lingeries, lenços, sapatilhas, mais coisinhas para a casa… Tudo fofo e lindo!

Na minha opinião, quando bem usada e bem combinada, uma estampa de oncinha dá um up à qualquer visual. Vocês não acham?

E me digam: vocês também gostam de coisas de oncinha? O que vocês têm?

Conta tudo pra mim e vamos trocar figurinhas!

Beijos!

Achado de Brechó: Nina Ricci por DOIS REAIS!

E como o post do Mercado de Pulgas mostrou que todo mundo adora um brechó, fico super feliz de mostrar para vocês o super achado que fiz algumas semanas atrás:

Comprei um Vestido Nina Ricci por míseros e maravilhosos DOIS REAIS! Ele está usado, mas muito bem cuidado, em perfeito estado.

Eu adoro brechós beneficentes (de igrejas, associações, festas populares), porque, além de ver o empenho das pessoas e ajudar, eles são bem mais baratos e não visam o lucro apenas. Este eu comprei no brechó da Rede Feminina de Combate ao Câncer da minha cidade. Neste mesmo brechó, sempre encontro muita coisa importada (França, EUA, Japão), pois muitas pessoas que doam para lá são mulheres ricas-bem nascidas-viajadas-e-poderosas da cidade. Bom para seres humanos normais como eu né?!

O vestido que comprei é da linha Shopping, uma linha mais básica (e barata). Ao contrário da alta costura, que é a característica mais forte da Maison Nina Ricci (ao lado dos perfumes), criada em 1932 em Paris, este vestido é usável em festas menos glamourosas e até para ambientes de trabalho mais formais. Eu o usei para ir a uma formatura, e gostei bastante do resultado.

Ele tem um detalhe lindo na cintura, um drapeado que dá o charme e modela o tecido de uma maneira linda. É incrível como ele caiu bem no corpo. Coisa de alta costura mesmo, e que nem estou acostumada… hehehe

Eu nunca imaginaria que com 2 reais compraria um item tão xodózinho assim…

Veja só as fotos dele (é só clicar na imagem para aumentar, se preferir!):

Mercado de Pulgas: fui e vendi minhas roupas!

Neste sábado, ocorreu na minha cidade (Joinville) um evento muito legal: o primeiro Mercado de Pulgas, na lindíssima e restaurada Estação Ferroviária da cidade (Estação da Memória). O evento foi criado baseado nos tradicionais Mercados da Europa e no Mercado das Pulgas de Curitiba, e nesta primeira edição qualquer pessoa que tivesse peças que gostaria de vender poderia participar, e havia coisas diversas, como: quadros antigos, porcelanas inglesas, moedas, patrarias, máquinas de costura antigas, e muuuita roupa e acessórios. Não era necessário ser propriamente antiguidades, apenas coisas em bom estado que você não quisesse jogar no lixo ou doar, mas que valem algum dinheiro e você não sabia como se desfazer.

Logo que eu soube do evento, fiquei doida. Adoro brechó, amo antiguidades, e acho que toda cidade deve ter esse tipo de evento que além de tornar-se parte da agenda cultural da cidade, é super sustentável. Mas minhas roupas de brechó eu não vendo nem morta! São roupas garimpadas e especiais (como o vestido Nina Ricci que paguei DOIS REAIS!), então fiz a maior limpa no meu closet, e me inscrevi para expor e vender minhas roupas atuais, e levei MUITAS roupas! Montei duas araras enormes, um cabideiro e uma mesa, e lotei de roupas que quase nunca usei, e muitas que nunca havia usado (para espanto de muitos e minha vergonha, haviam diversas peças com etiqueta ainda!), além de bolsas, sapatos e acessórios diversos.

Fiz questão de colocar apenas roupas legais e bonitas e em ótimo estado de conservação e limpeza, pois acho muita sacanagem vender coisas mal cuidadas. Odeio brechós que vendem coisas caras e feias, pois acredito que roupas usadas devem ser vendidas por preços justos e não abusivos.

O bom é que esvaziei meu guarda roupa, e a minha banquinha fez o maior sucesso: vendi peças da Farm, Mormaii, Hering, TNG, Colcci, Morena Rosa, Makenji, além de muita roupa indiana (adoro!!!) e coisas da Renner e C&A por preços simbólicos. Tudo estava por R$3, R$5, R$10, R$15… Só havia uma peça de R$30 e um casaco da Mormaii por R$50.

O mais legal de tudo foi ter conhecido um monte de gente legal e que se identificou com o meu estilo. Muito legal ouvir das pessoas “suas roupas são legais”, “seu gosto é igual ao meu”, ou “nunca encontro nas lojas roupas assim”. Desde pequena eu gosto de me vestir diferente dos padrões da moda enlatada, e gosto de garimpar em qualquer loja roupas diferentes e que se encaixem no meu gosto, estilo e padrão corporal. Não sou vítima da moda, mas adoro a moda e suas novidades, e acho que é imprescindível cada um ter a sua identidade, afinal, a sua roupa é seu meio de expressão. E a moda vai e vem, mas seu estilo é único e deve prevalecer sempre.

Eu tinha muita dó de me desfazer de algumas roupas específicas, que não eram de brechós e eram novas, e foram compradas em ataques de consumismo. Então, fiquei muito feliz em ver a mulherada se divertindo e limpando a minha barraquinha. Tomara que o Mercado das Pulgas vingue na minha cidade, e que o espaço seja aberto a pessoas normais, e não lojistas. Assim, fica mais divertido pra todo mundo, pois os preços são baixos e a idéia de abrir espaço no guarda roupa prevalece sobre o lucro.

Eu e o Aurélio (meu noivo que me acompanha em todas as aventuras mais bizarras!) ficamos das 7h às 19h em pé, trabalhando, atendendo e nos divertindo. Ganhamos um dinheirinho com as roupas que estavam sem uso, vimos muita gente, conversamos, vimos antiguidades, e voltamos pra casa podres de cansados, mas felizes em ver um evento tão bacana, tão bem organizado, e com tanta gente participando.

Muito legal ver que as pessoas não se importam em usar roupas usadas. Eu acho super normal.

Você usa roupas de brechó também? E já vendeu alguma roupa sua? Olha, faça isso. Eu fiz e achei muito legal.

XIMBUKTU – A nova coleção linda da FARM

A marca carioca FARM é uma marca que admiro e respeito muito. Acho uma marca sensata, que tem um processo de criação que respeita os próprios valores da marca, e desde 1997 segue o mesmo estilo. Estilo este que sempre, é claro, é mesclado e aprimorado com novas tendências e novidades do mundo da moda e tecnologia têxtil.

É o tipo de moda que eu gosto e admiro. Uma moda influenciável até um certo ponto, cheia de inspirações, mas que respeita o seu próprio processo criativo. E principalmente, respeita os clientes fiéis da marca.

XIMBUKTU – Coleção de verão 2011 Farm

A Farm ainda está no pré lançamento da coleção Ximbuktu, mas já deu para perceber que será uma coleção lindíssima, a cara do verão e do nosso Brasil. Adoro essa marca ainda mais por causa disso, mostra uma moda brasileira, de verdade, sem influências estrangeiras que nada têm a ver com o nosso clima tropical.

O nome da coleção remete a um local imaginário, criado pela Farm para agradar todos os estilos de vida, gostos e comportamento. Uma bela e sutil estratégia de venda e marketing, para agradar vários estilos de cliente. Mas sempre com aquele toque étnico e folk, cheio de elementos artesanais. Veja só a linda e imaginária explicação da coleção retirada do site da Farm:

“Ximbuktu fica a alguns quilômetros de Ipanema, às margens do rio Negro ou ao norte de Madagascar. As tribos que vivem ali, têm o dom da simpatia e da felicidade. Celebram a vida, a cultura, o belo, o pop, a música e a natureza. Macaquinhos zebrados, girafas onçadas e outras espécies coloridas correm e voam soltas em harmonia com as 4 tribos nativas, e a floresta.

São 4 tribos, e cada uma tem espaço garantido. Daí é só escolher em qual se hospedar:
Tribo Bambará: Pra quem gosta de passar os dias com o pé na areia, surfar no pranchão, navegar em canoas floridas e descansar ao pôr-do-sol tomando drinks de laranja.
Tribo Iarabi: Para corações românticos, num clima “Lagoa Azul”, colorido com florzinhas tipo liberty. Nessa tribo tudo é um convite ao romance e à paixão.
Tribo Dakar: A tribo mais chique adora se aventurar no safari, e depois, sombra e champanhe gelado no hotel boutique mais exótico do deserto.
Tribo Mopti: Essa é a tribo mais animada! Ousa no visual e se joga no Kuduro e nos mashups com as meninas mais descoladas de Ximbuktu!”

E você, de qual tribo faz parte? Eu sou da Tribo Bamdará, mas com certeza com um boooom pezinho na Tribo Iarabi!

Algumas fotos LINDAS da pré coleção:

Eu quero esse!!!

Mais informações, site da Farm: www.farmrio.com.br