Maria Bonita Extra para C&A

A primeira vez que conheci a grife Maria Bonita Extra foi comprando um vestido lindo de viver num brechó, uns bons anos atrás. Afinal, a grife é cara, e eu tenho só 25 anos… Então, faz pouco tempo que comecei a ganhar meu próprio dinheirinho de gente grande…rs

Mas, a verdade verdadeira é que eu NUNCA comprei uma roupa da Maria Bonita Extra em lojas convencionais, e pelos preços convencionais.

Graças ao bom Deus, eu sempre encontro gente-fina-elegante-e-sincera pelos brechós da vida, que fazem questão de doar aos brechós beneficentes suas lindas e bem cuidadas roupas da Maria Bonita Extra. O resultado maravilhoso dessa boa ação DUPLA, é que eu tenho alguns vestidos lindos da marca, perfeitos, com caimento e corte impecável, e que paguei uns 10, 20 reais. Sonho né?!

Mas, como não é sempre que dá para contar com a sorte no garimpo em brechós, fico feliz que a minha pobreza e pão-durice com a grife tem hora marcada para acabar. Sabem por quê?

Porque ontem foi inaugurada em SP a loja conceito da C&A, e com ela foi anunciada o lançamento da parceria entre a nossa fast fashion queridinha com nada mais nada menos do que: Maria Bonita Extra! (além de outras, como Gloria Coelho e Espaço Fashion).

Isso significa que em breve, nas nossas C&A aqui do ladinho de casa, poderemos comprar por preços dignos e justos, peças com assinatura da grife Maria Bonita Extra. Não é demais?

Olha só algumas fotos do lançamento da coleção da Maria Bonita Extra para C&A:

Eu nem preciso falar que AMEI a estampa de oncinha estilizada no vestido vermelho, né?

As fast fashion só têm a ganhar com estas parcerias, tornando a “alta” moda brasileira acessível! Ponto pra C&A!

PS: fotos retiradas no site da Lilian Pacce.

Achado de Brechó: Nina Ricci por DOIS REAIS!

E como o post do Mercado de Pulgas mostrou que todo mundo adora um brechó, fico super feliz de mostrar para vocês o super achado que fiz algumas semanas atrás:

Comprei um Vestido Nina Ricci por míseros e maravilhosos DOIS REAIS! Ele está usado, mas muito bem cuidado, em perfeito estado.

Eu adoro brechós beneficentes (de igrejas, associações, festas populares), porque, além de ver o empenho das pessoas e ajudar, eles são bem mais baratos e não visam o lucro apenas. Este eu comprei no brechó da Rede Feminina de Combate ao Câncer da minha cidade. Neste mesmo brechó, sempre encontro muita coisa importada (França, EUA, Japão), pois muitas pessoas que doam para lá são mulheres ricas-bem nascidas-viajadas-e-poderosas da cidade. Bom para seres humanos normais como eu né?!

O vestido que comprei é da linha Shopping, uma linha mais básica (e barata). Ao contrário da alta costura, que é a característica mais forte da Maison Nina Ricci (ao lado dos perfumes), criada em 1932 em Paris, este vestido é usável em festas menos glamourosas e até para ambientes de trabalho mais formais. Eu o usei para ir a uma formatura, e gostei bastante do resultado.

Ele tem um detalhe lindo na cintura, um drapeado que dá o charme e modela o tecido de uma maneira linda. É incrível como ele caiu bem no corpo. Coisa de alta costura mesmo, e que nem estou acostumada… hehehe

Eu nunca imaginaria que com 2 reais compraria um item tão xodózinho assim…

Veja só as fotos dele (é só clicar na imagem para aumentar, se preferir!):